Contando e aprendendo.

Compartilhar saberes e anseios foram vivências que as tradições orais possibilitaram ao longo dos séculos nas diversas civilizações. Escutar e contar histórias são práticas que encantam, que ultrapassam a concepção da descrição de um fato porque imprimem um contexto interpretativo. Um jogo lúdico, que permeia fantasia e realidade através dos movimentos do corpo, do uso da voz, da utilização de objetos e associações. Cada vez que uma história é contada ou ouvida, a interlocução ocorre de modo tão subjetivo para quem conta ou escuta, que todos se transformam de algum modo. Contar histórias significa mais que ler ou narrar um texto, mas inserir com empatia novos recursos expressivos nas relações humanas, considerando diferentes perspectivas culturais e sociais.

RODRIGO LIBÂNIOrodrigo3

No Comments Yet.

Leave a comment